CASA NOVA:

https://www.facebook.com/pages/É-Sagrado-viver

23 de março de 2011

Lágrimas...



Saudade na forma líquida;
Felicidade que escorre pela face;
Estrela cadente que despenca do céu dos olhos de quem ama; 
Nome comumente dado ao fim de um romance; 
Momento que antecede o adeus;
Pedaço de ontem; 
Grande inspiração dos poetas; 
Na infância, associada ao berro, alarme de fome;
Na velhice, fome de colo; 
Névoa úmida que cobre o mundo quando chove dentro da gente.

Ex: "Não, isso não é lágrima não. É que a felicidade virou mar dentro de mim e a maré acabou de subir"

(André Gonçalves)

11 comentários:

  1. Sandra,

    Que coisa linda!!!!
    Sumos de felicidade também se são expressados por lágrimas, porquê não???

    Desejo que transborde muitas, muitas, muitas vezes de felicidade.


    Amo estar aqui,


    Bjão

    ResponderExcluir
  2. É que a felicidade virou mar dentro de mim e a maré acabou de subir"
    Lindo Lindo!
    Que ela seja intensa cada vez mais e que possa ela desprender os limites sempre!
    Bjos e um dia iluminado pra ti.

    ResponderExcluir
  3. Que coisa mais lindah Sandrinha minha! ... IDENTIFIQUEI ... ADOREI ... CHOREI ... TRANSBORDEI ...

    ResponderExcluir
  4. Lindo demais!!! Sensibilissímo!!!

    ResponderExcluir
  5. Pode ser que sirva apenas para lavar os olhos, certo? rs
    De toda forma é uma belíssima postagem!

    Bjooo (:

    ResponderExcluir
  6. Olá, que gostoso teu blog, também sou apaixonada por palavras, lhe seguindo também.

    Coloquei teu blog entre os meus favoritos, vou voltar logo aqui...

    beijoss

    ResponderExcluir
  7. Lindo, muito lindo super sensível!

    ResponderExcluir
  8. Que lindo nega, seu blog está belíssimo....parabéns!



    Dessa vez deu, mas só como uma anônima apaixonada...kkkk.

    ResponderExcluir
  9. Oi florzinha,
    lágrimas lavam a alma num é. Eu sou fa daquelas que correm de alegria, e nunca de tristeza.

    Uma noite de bons sonhos pra você,
    Cris

    ResponderExcluir
  10. Perfeito, florzinha :)

    Um beijo =*

    ResponderExcluir

"Se tu vens, por exemplo, às quatro da tarde, desde as três eu começarei a ser feliz."

(Exupéry)