CASA NOVA:

https://www.facebook.com/pages/É-Sagrado-viver

8 de abril de 2011

A memória guardará o que valer a pena.
A memória sabe de mim mais que eu;
e ela não perde o que merece ser salvo.

(Eduardo Galeano)

Feridas...
Porque algumas não saram, nem fazendo tudo certinho, 
nem cuidando com pomada de calêndula-algodão-esparadrapo-água oxigenada.
 Há algumas que, embora não doam,
 também não é possível fazer estancar: viram fonte,
 minando vagarinho um sangue rosinha e aguado, suficiente para colorir de um colorido especial o que na vida é fluxo, correnteza e ir-em-frente.
 Há feridas que são pura rememoração.

(Fabiana Jardim)

Dedico esse post a todos que de alguma
forma tiveram suas feridas abertas 
pela morte de crianças inocentes que 
tiveram seu futuro bruscamente interrompido, 
no trágico 07/04/11!
"Que os nossos olhos não se acostumem à dor alheia,
a ponto de nos tornarmos indiferentes a ela!"

18 comentários:

  1. Lindíssimos pensamentos!
    Há feridas,que com o passar do tempo nem sentimos mais a dor,sabemos que ela está lá,mas passamos a acostumar-se com ela.
    Quanto a memória,temos mesmo esse dom de guardar apenas o que nos apetece guardar,jogar fora tudo o que realmente não compensa e de algum modo nos faz mal tê-las conosco!
    Beijinhos Amada.

    ResponderExcluir
  2. Sandrinha,


    Quanta beleza e verdade nesses dois textos.
    Não os conhecia e os achei lindos ,ricos .
    Você , seu bom gosto e extrema sensibilidade
    são um bálsamo ...
    :)

    Como você bem disse , que nunca nos acostumemos
    ao desamor , a dor nossa ou do outro .

    Adoro você !!!


    Bjo Grande com carinho.

    ResponderExcluir
  3. Tão dolorido... Como é possível tal atrocidade?

    "Paz na terra aos homens de boa vontade" e como Vc mesma disse: aqueles que necessitam...
    A todos aquele que não tem paz de espírito...

    A todos aqueles que foram 'violentados' ontem, no seu direito mais sagrado que é a vida...


    É até difícil falar...


    Dói.


    Sandra, luz na sua vida.


    Bjo

    ResponderExcluir
  4. Humanidade precisa é de mais amor e paz.

    Paz e amor para vc. Sandra!

    ResponderExcluir
  5. Sam minha querida, as feridas doem, mas são marcas de nossas vivências, que possamos aprender a sorrir sempre e caminhar em busca de toda felicidade que nos é oferecida…

    Estou indo viajar, mas quando voltar venho ler-te.

    Abraços

    ResponderExcluir
  6. Acho estamos seguindo pro fim do mundo mesmo, que Deus tenha pena de todos.

    # Beijinhos de sexta-feira

    ResponderExcluir
  7. "Há feridas que são pura rememoração."

    A mais pura verdade.

    ResponderExcluir
  8. Ahh que visita ilustre lá pelos Style da vida, adorei!!
    Nossa cabeça loira dá cada vexame as vezes né Sam-zinha, tá loouco.
    Esquenta nao, penso já conheço alguma coisa do teu potencial, por esse blog bacana que tem, pelos comentários bacanas que faz... e tou adorando como diziam os antigos "estreitar esses lacos" com pessoa tao doce e sensível.
    Eu também adoro sapatos e uso só um, de preferência que sejam confortáveis, nao gosto de salto, só em ocasiao especial, até porque já sou girafona :-)
    Beijinho linda loira :-)

    ResponderExcluir
  9. neste momento todos nós somos, indignação, dor e solidariedade!

    ResponderExcluir
  10. Oi Sam,
    Mesmo quando elas saram, viram cicatrizes, só para nos lembrar que um dia ela sangrou.
    Abç

    ResponderExcluir
  11. Acho que muitos tiveram tuas feridas abertas...e estamos por assim sem entender.Porque?

    Um beijo Sam querida!
    É sempre bom ter vc no meu cantinho.
    Mil beijokas!!!!

    ResponderExcluir
  12. Ainda mais lindo do que o post foi a dedicatória.

    Um beijo.

    ResponderExcluir
  13. Sam-zinha, adorei os versículos que me deixou, obrigada!
    Eu tinha esquecido na hora de postar (cabeça loira! rs) de fazer a dedicatória, agora já arrumei.

    Bom sábado aí!

    ResponderExcluir
  14. BONITO POST, TEXTO Galeano é muito bom ... OPOSIÇÃO À MEMÓRIA
    TEMPO ... É que ela está flutuando no universo para sempre
    BOA SAM, ANDO DIVULGAR meus blogs, se você é como visitar
    SEGUINTE:
    SAUDAÇÕES DA ARGENTINA

    ResponderExcluir

"Se tu vens, por exemplo, às quatro da tarde, desde as três eu começarei a ser feliz."

(Exupéry)