CASA NOVA:

https://www.facebook.com/pages/É-Sagrado-viver

27 de abril de 2011

"O silêncio é a gente mesmo, demais”
(João Guimarães Rosa)
Rio de Janeiro, 27 de outubro de 1953
Clarice,
Gostei de saber que você está com a alma mais sossegada. O sentimento de grandeza que você acha que está perdendo talvez agora é que você esteja adquirindo. Sua predisposição para ficar calada não é propriamente uma novidade: a novidade é estar aceitando, inclusive, o silêncio. É bom isso, dá mais paciência, mais compreensão, dá mais sentimento às coisas — e dá grandeza.

Fernando.

(Carta de Fernando Sabino para Clarice Lispector)

Quanta sabedoria cabe em um silêncio?

23 comentários:

  1. Caio e Clarice... Nem dá pra optar...

    Casando com Guimarães, ficou perfeito!


    Um dia lindo Amada Sandra,


    Muita luz pra Vc

    ResponderExcluir
  2. Doce combinação de pensamentos,Querida minha!
    Adorei.
    Dia perfeito pra ti!!
    Um beijo

    ResponderExcluir
  3. O sentimento de grandeza que você acha que está perdendo talvez agora é que você esteja adquirindo.

    Lindas palavras...

    Beijos e um dia lindo...

    Ani

    ResponderExcluir
  4. è uma aceitação importante num dado momento de nossas vidas..
    Muito sensato, lindo..

    Obrigada pelo carinho sempre..

    beijo meu'

    ResponderExcluir
  5. ps: Dentre seu blog encontrei algo na lateral, que chamou-me atenção, importa se eu roubar e usá-la como postagem?

    dê uma olhadinha por favor..
    obrigada ..

    ResponderExcluir
  6. Ah precisava sim...

    Eu uso esta formatação, pq as pessoas copiam e enviam no orkut.. além de facilitar pra eles, creio que fica mais delicado, rs ..

    E Obrigada mais vez, tenha um bom dia linda ♥

    ResponderExcluir
  7. A novidade é aceitar o silêncio.
    Que lindo!
    Adorei querida Sam!
    Um beijo grande!

    ResponderExcluir
  8. Não entendo como certos 'seres' conseguem interligar esse sentir com as palavras...

    Lindo, demais demais!
    Um execelente post, ainda mais pra começar o dia.

    Um beijo, Sam linda =*

    ResponderExcluir
  9. Lindo, Sam. Eu amo Clarice! E que comentário para a amiga poetisa, heim?! GRANDE lição entre poetas! Bjs, linda!

    ResponderExcluir
  10. A sabedoria do silêncio é incomparável!...


    Beijos,
    AL

    ResponderExcluir
  11. Pois é, calar é sinal de sabedoria, é aceitação e evidência de maturidade.
    belo post Sam
    Vim aqui te oferecer um Memo de versatilidade do blog, que recebi da Marilene e ela me deu a oportunidade de oferecê-lo para outros blogueiros que eu admire. Ofereço à você, e peço que o pegue no meu blog e juntamente com ele as regras para a continuação da brincadeira.
    Abraços

    ResponderExcluir
  12. ... mas eu sempre gostei das palavras da Clarice!

    ResponderExcluir
  13. O quanto não sei, mas é sábio calar.. Bju!

    ResponderExcluir
  14. Oi lindona,
    esse é um exercício difícil,
    mas saber calar quando necessário é realmente de uma grandeza ímpar!

    Ahhh eu adoro seus comentários, você é um bolo de chocolate recheado sabia :-)

    ResponderExcluir
  15. Quando o teu silencio é mais valioso que o vais dizer mantem te calado...e ai estamos a ser sabios...
    Beijo d'anjo

    ResponderExcluir
  16. O silêncio e a solidão às vezes doem.
    Mas são necessários! Imperativos às vezes...
    Mas ainda bem que o Prato do Dia não cala e nunca está sozinho.
    Valeu, Sam!

    ResponderExcluir
  17. Que doçura essa carta do Sabino pra Clarice.

    O silêncio, tantas vezes fala San!!
    Muitas vezes o silêncio dói, mas quando a gente entende a linguagem dele, tudo fica tão mais fácil.

    Ameiiiiiiiii!

    Um beijooo minha linda!

    ResponderExcluir
  18. o silêncio é pura sabedoria, não é Sam?

    Beijos querida, voltei!!

    ResponderExcluir
  19. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  20. A propósito, eu já conhecia essa carta (de um gênio para outro), foi quando ela começou a ficar doente... Como escrevi dia desses num blog, Clarice pra mim era tao subjetiva em tudo, que ao lê-la, até a própria subjetividade entra em crise!

    ResponderExcluir
  21. O silencio geralmente fala mais alto que todas palavras.
    linda Postagem , amiga!

    Beijos,Sandra!

    ResponderExcluir

"Se tu vens, por exemplo, às quatro da tarde, desde as três eu começarei a ser feliz."

(Exupéry)