CASA NOVA:

https://www.facebook.com/pages/É-Sagrado-viver

24 de abril de 2011

Olhara-o e descobrira na sua trêmula vitória a mesma perturbação. 
Ele lhe trouxera timidamente um grito. 
Fitaram-se um instante e tudo era indeciso, frágil, tão novo e nascente.

(Clarice Lispector) 

"Em silêncio nos olhávamos por cinco, dez minutos,
 ela com as mãos na altura dos quadris, agarrando, torcendo a própria saia.
E corava pouco à pouco até ficar bem vermelha,
 como se em dez minutos passasse por seu rosto uma tarde de sol.
A um palmo de distância dela, eu era o maior homem do mundo, eu era o Sol”

(Chico Buarque)


3 comentários:

  1. Coisa mais boa... 'nós' entrelaçados,


    Porque amar, vez em qdo, é perder o controle,


    Delícia!

    ResponderExcluir
  2. Legal, parece você fez aqui um jogo de vozes, e que ambos se encontram "pisando em ovos", mas ao mesmo tempo estao querendo se jogar no amor, mesmo cada um se vendo de seu exato tamanho.
    Voltaste inspiradora, me conta depois o motivo visse hehehe (num precisa contar nao)

    Beijinhossssssss

    ResponderExcluir
  3. Hehe eu tava aqui e você tava lá :-)

    ResponderExcluir

"Se tu vens, por exemplo, às quatro da tarde, desde as três eu começarei a ser feliz."

(Exupéry)