CASA NOVA:

https://www.facebook.com/pages/É-Sagrado-viver

13 de abril de 2011

Sem fins lucrativos...


Careço é de pousar longe das pessoas de mando, 
mesmo de muita gente conhecida. 
Sou peixe de grotão. 
Quando gosto, é sem razão descoberta, quando desgosto, também.
 Ninguém com dádivas e gabos, não me transforma.

(João Guimarães Rosa)

6 comentários:

  1. Sandra,

    Você é das pessoas mais doces, meigas, sensíveis que conheço...

    Tem grotão ai não... Tem uma candura danada nesse coração...

    Um brilho no olho,

    Delicadeza nos gestos,

    Sentimentos do bem,

    Energia positiva,

    Palavra que emociona,


    Sou suspeita, mas gosto tantoooooooo de Ti,


    Fé e luz sempre,


    Bjão

    ResponderExcluir
  2. Quando,gosto gosto,quando desgosto,também...
    Super identifiquei-me com essa parte,e gosto muito de ti minha querida! és um amor!
    Beijos e um ótimo fim de tarde pra ti.

    ResponderExcluir
  3. Sam querida,

    Tua postagem mais uma vez despertando pra essencia, do que realmente importa.

    É uma pena que o amor hoje é ligado à bens.
    os relacionamentos estão muito chatos, não
    há mais caminhadas gostosas nos fins de semana, não há mais cartinhas, não apreciam mais as estrelas. é tudo tão automático e programado.

    Beijos meus, querida Sam.

    ResponderExcluir
  4. Quando o sentimento brota do coracao ele nace asim de real e sentido ..e nao conhece de intereses...muito lindo amiga Sam.

    Saludos
    Otima semana
    abracos

    Obrigado por sua linda visita e seu lindo comentario de coracao Gracias.

    ResponderExcluir
  5. Salve, João Guimarães Rosa!

    Um beijo.

    ResponderExcluir
  6. Somente penas bonitas nao fazem pássaros belos nao é querida?
    Adoro o modo como as suas escolhas nas palavras me atingem e me mostram essa ou aquela situação que passaram despercebidas aos meus olhos tão ligeiras Sam-zinha (a propósito, eu sabia essa Sam-zinha era a mesma Sandra), você é inconfundível menina!

    Beijinhos de cá, hoje com muita chuva.

    ResponderExcluir

"Se tu vens, por exemplo, às quatro da tarde, desde as três eu começarei a ser feliz."

(Exupéry)