CASA NOVA:

https://www.facebook.com/pages/É-Sagrado-viver

28 de junho de 2011

"A vida pode ser comparada a um bordado que no começo vemos pelo lado direito e, no final, pelo avesso. O avesso não é tão bonito, mas é mais esclarecedor, pois deixa ver como são dados os pontos."

(Arthur Schopenhauer)
Quando o deixei no meio do jogo ele ficou desnorteado, mas por pouco tempo porque quatro dias depois de termos rompido, encontrei-o num restaurante, jantando em companhia de uma decoradora que estava muito em moda. Pude ouvir, da minha mesa, o final de uma frase que ele me dissera certa vez e que agora repetia à moça: “E sinto-a escorrer como areia por entre meus dedos…” Ele se referia à vida e pela expressão da moça, concluí que antes do fim da noite ele não teria as mãos tão vazias assim. Tive então um vontade obscura de chorar e ao mesmo tempo rir. Um equívoco. E que começara quando subi pela primeira vez ao seu apartamento para ver os troféus que tinha ganho, fui para ver os troféus de prata. E eis que com dezesseis anos e oito meses apenas, pressenti que viriam outros equívocos: a busca, a conquista, a posse rápida e total na ânsia de enraizar o amor que de repente não é mais amor, é luxúria, luxúria que de repente não é mais luxúria, é farsa. Farsa que é medo, simplesmente medo da solidão mais difícil de suportar do que o peso do corpo alheio a se abater sobre o meu.

(Lygia Fagundes Telles)

36 comentários:

  1. Sam,

    Que lindo!

    Tantos pontos tortos em meu avesso... Tantos nós mal atados, desatados... Tantos espaços preenchidos demais enquanto outros estão esparsos...

    Vida linda! Louca vida!

    Que possa ter muitos pontos, tantos.


    É trecho das 'Meninas'? Hoje a tarde pesquisei e vou comprar o livro. Fiquei 'bixenta' Pelo trecho que li (mesmo que não seja desse livro), vou me apaixonando cada vez mais pela Lygia. Amém.


    Sam,

    Que a noite seja abençoada.

    Gosto tanto (tantãooooOOOOOoo mesmo) daqui!


    Bjos lotados de ternura

    ResponderExcluir
  2. Há uma coisa na conversa que Lygia não contou. A moça na mesa a certa altura disse "nunca um homem me falou assim desse jeito, tão sentido e ao mesmo tempo tão bonito..." Essa frase dita pela moça também já tinha sido dito por ela antes. Aliás era uma frase que sempre caía bem nesses encontros. Tinha-a ouvido uma vez num filme de classe B produzido em Hollywood e que só passa no HBO, mas mesmo assim tinha gostado dela. A maior raiva era mesmo a da outra moça assistir os mesmos filmes que eu.

    desculpa eu entrar assim no teu texto mas não resisti.
    Já te disse que gosto muito dos textos que publicas?
    Beijo.

    ResponderExcluir
  3. SamZinha, que verdade viu?
    Minha mãe sempre esmerava pelos pontos no bordado e queria que o avesso ficasse o mais limpo possível. Ela dizia que bordado cheio de linhas e nós do avesso, mostrava que a pessoa não tem esmero em fazê-lo.
    Penso que nossa vida é assim, alguém vai ver nosso avesso, uma hora ou outra e por isso temos que cuidar para que não seja tão cheia de nós e linhas penduradas. Tipo "ninho de Guacho" como minha mãe dizia.
    Quantas vezes sofremos, pensando que perdemos uma pérola e descobrimos que era apenas milho...
    O texto é maravilhoso e ela fala com competência sobre esses revezes da vida.
    Beijokas e fica com Deus Samzinha.

    ResponderExcluir
  4. Cenário visível por tantas meninas.Algumas mais detalhistas estudam o avesso do bordado e quando encontram muitos nós emaranhados sabem que os pontos são falsos.Outras, nem tão perspicazes assim, custam a ver a dobra, os riscos, o avesso, cegas pelos cantos entoados,sucumbem às cores do bordado.
    Doces meninas, por ti rogo às deusas bordadeiras que lhes munam de destrezas contra cenários armados.

    Duo perfeito, linda Sam.
    Belo como tudo o que vc traz.
    Bjos mil,
    Calu

    ResponderExcluir
  5. Sam,
    Schopenhauer é um gênio mesmo né?! Que profundidade de pensamento...
    Beijos flor!

    ResponderExcluir
  6. Avesso... A parte detrás do espelho?

    Há seres para os quais não basta abandonar a meio do jogo pois o desnorte é um momento. Marque as cartas, denúncie os trunfos e rasgue-lhes os quatro ases, sem fazer as pazes...

    (texto tristemente belo)

    ResponderExcluir
  7. Olá, Sam!
    Schopenhauer é sempre revelador! Muito boa sua crônica, bem como seu Blog!!
    Te convido a me visitar e dar uns pitacos no meu blog.
    Um beijo e te espero por lá.
    Sr. Pitaco!

    ResponderExcluir
  8. Lindo texto. O avesso é feio mas revelador.
    Um grande bj querida amiga

    ResponderExcluir
  9. Samzinha, a verdade é que apesar de não entendermos nadinha do que nos acontece agora depois vamos entender melhor. Porque será que aconteceu isso aqui?? Os pontos vão desanuviando-se quando vamos ficando do avesso.

    Adorei o post flor
    bjokitas com imenso carinho ;)

    ResponderExcluir
  10. Tem gente que fica equivocada com esses avessos. Mas eu acho que isso tudo faz parte. Muitas vezes, inclusive, precisamos arrodear por tantos portões, janelas e grades para só então encontrar o principal, porque nem sempre o principal fica bem visível à nossos olhos.

    É preciso desmascararmos muitos rostos para encontrarmos a fechadura da porta do que é essencial para nós!


    Às vezes nada parece ter sentido, é quando vemos que o o que não tem sentido é o fato das coisas não terem sentido!

    Sam, minha linda, tenha uma quarta-feira de muita paz!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  11. Que lindo Sam.
    Adorei a comparação da vida com um bordado. É bem assim mesmo. Me fez lembrar de quando eu bordava, minha avó dizia que eu tinha que fazer bem bonito, porque o avesso devia ser diferente, mas tão bonito quanto a frente. E mais: um bom artista se mede pelo avesso do trabalho.
    Metáfora verdadeira da vida.
    Obrigada pelas preciosidades que tu sempre traz aqui.
    Um beijo graaande minha lindona q gosto tanto!

    ResponderExcluir
  12. Bela garimpagem de perolas Sam.A vida é mesmo a arte de encontrar os pontos certos que fazem a beleza final,mas quão dificil acertar estes.Mas a vida é mesmo interessante por esta dificuldade.
    Linda reflexão com o fechamento fatal da Lygia.
    Meu terno abraço.
    Bju.

    ResponderExcluir
  13. Se depender de mim, nunca ficarei plenamente maduro
    nem nas idéias, nem no estilo,
    mas sempre verde, incompleto, experimental".


    [Gilberto Freyre]

    ResponderExcluir
  14. Sandra, querida!!!
    Vim te desejar um lindo dia!

    beijocas

    ResponderExcluir
  15. Tem pessoas que temem ver o avesso,às vezes são tão tristes que preferem deixar ocultos!
    Mas para encontrarmos a razão de tais coisas,precisamos saber o foco e o início de tudo!
    Lindoo pensamento viu?
    Beijos

    ResponderExcluir
  16. O medo da solidão é um dos piores dos medos,
    por isso me mostro sempre pelo avesso.

    ResponderExcluir
  17. Que transformação de sentimentos...
    O trecho inicial do Schopenhauer é totalmente verdade! :)

    Senti falta daqui, tenha um ótimo dia flor.

    bjs doces

    ResponderExcluir
  18. Amei aqui...muito intenso..e puro...seguindo-te ...bjs

    ResponderExcluir
  19. Que texto!
    O avesso, de fato, é esclarecedor. Sempre será visto, mesmo pelo menor observador.
    A desilusão faz parte da vida. O importante é o que resulta dela. Acabamos nos tornando mais
    atentos e mais observadores dos avessos.
    Os revezes da vida, apesar das surpresas e dores, acabam nos trazendo sabedoria.
    Beijos (Você está linda na foto).

    ResponderExcluir
  20. NÃO QUE O "AVESSO" SEJA EXATAMENTE FEIO...
    ELE É CRUELMENTE REALISTA!

    PARABÉNS SAM! FRASE (SCHOPENHAUER),FOTO E FRASE... TUDDO MUITO BEM COORDENADO... TUDO REAL.

    GOSTO MUUUUITO DAQUI;-)

    ResponderExcluir
  21. Olá,
    Seu Blog é lindo...
    Estou seguindo-te, segue o meu também?
    Beijos

    ResponderExcluir
  22. Pois é Sam, a solidão é a pior coisa que tem, mas longe de mim ter um relacionamento apenas por medo de ser só, mas tudo é aprendizado, quando a gente é jovem a paciência fica bem de ladinho. rs

    Beijos, querida Sam.

    ResponderExcluir
  23. O avesso é o interior, e o interior é a pessoa.
    Nem sempre o lado de fora esclarece muita coisa, pelo contrário, ofusca o avesso. O grande lance é saber arrematar o ponto certo do equilíbrio entre os dois lados...

    Eita que esse quarteto fantástico anda insuperável! :)

    Beijao lindonona, eu aqui quase na hora de pegar cama..... beijos gelados, humpf!

    ResponderExcluir
  24. Sam,

    O meu beijO... e saudades!
    AL

    ResponderExcluir
  25. Uhhh...já li Clarice, Caio Fernando...mas, é a primeira vez que leio Lygia Telles sendo citada! e como ela é boa com as palavras. Típico dela, analisar as relações humanas do modo mais cru e profundo.

    ResponderExcluir
  26. Sam, que lindo tudo isso. É por essas e outras que adoro esse blogue.

    Abração.

    ResponderExcluir
  27. Não há muito a inventar no diálogo amoroso!
    O que varia é a verdade de quem o diz... ou sente!

    ResponderExcluir

  28. Boa tarde!
    Esta é a palavra do Pai para você no dia de hoje:


    “Todo o lugar que pisar a planta do vosso pé, vo-lo tenho dado, como eu disse a Moisés.
    Desde o deserto e do Líbano, até ao grande rio, o rio Eufrates, toda a terra dos heteus, e até o grande mar para o poente do sol, será o vosso termo.
    Ninguém te poderá resistir, todos os dias da tua vida; como fui com Moisés, assim serei contigo; não te deixarei nem te desampararei.
    Esforça-te, e tem bom ânimo; porque tu farás a este povo herdar a terra que jurei a seus pais lhes daria.
    Tão-somente esforça-te e tem mui bom ânimo, para teres o cuidado de fazer conforme a toda a lei que meu servo Moisés te ordenou; dela não te desvies, nem para a direita nem para a esquerda, para que prudentemente te conduzas por onde quer que andares.
    Não se aparte da tua boca o livro desta lei; antes medita nele dia e noite, para que tenhas cuidado de fazer conforme a tudo quanto nele está escrito; porque então farás prosperar o teu caminho, e serás bem sucedido.
    Não to mandei eu? Esforça-te, e tem bom ânimo; não temas, nem te espantes; porque o SENHOR teu Deus é contigo, por onde quer que andares”. (Josué 1:3-9)



    http://www.youtube.com/watch?v=sfrSSSp10Bo


    Deus seja contigo sempre!

    Blog Yehi Or!
    http://hajalluz.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  29. Sam-zinha,

    soube que tá mó frio por aí... li agorinha no uol. DIz que a venda de aquecedores triplicou... ainnnnn.

    Se cuida do frio flor de dália :)

    ResponderExcluir
  30. O entendimento das coisas não é sedutor, só a suposição é.

    Verdade incontestável.

    Um beijo, flor.

    ResponderExcluir
  31. Que lindo Sam, gosto dos textos que publicas, sempre bem escolhidos!
    Bjs

    ResponderExcluir
  32. Samziitaaaaa, e quem pode explicar o que diz o coração né? E nós mulheres, que nascemos com um tipo de dispositivo interno, que diz que temos que ter um amor, porque tudo ao nosso redor é amor *-* são fatos :P

    Bom final de semana, beijosmil.

    ResponderExcluir
  33. Nossa que texto forte esse da Lydia Fagundes Telles! Aliás, eu adoro os contos dela, nunca me esqueço de um chamado - Venha ver o por do sol. Ele me impressionou tanto na época que li que me impulsionou a ler muito mais coisas dela. E realmente é o tempo que nos mostra o que existe por trás das situações e das pessoas, só ele nos revela o avesso das coisas sobre um novo olhar... beijos querida e um ótimo domingo pra vc.

    ResponderExcluir
  34. Os relacionamentos tem dessas coisas... Por vezes nos surprendemos com a falta de essência de pessoas que por algum tempo consideramos tão intensas!

    seu gosto p/ literatura é encantador Sam!
    É sempre muito bom vir aqui, querida!

    Bjssss.... E obrigada pela visita em meu blog! :)

    ResponderExcluir
  35. San,

    E o avesso, apesar de marcado por linhas e costuras inversas, também pode ser bonito!!!

    Esse blog é minha

    T
    E
    R
    A
    P
    I
    A






    Beijoooo

    ResponderExcluir

"Se tu vens, por exemplo, às quatro da tarde, desde as três eu começarei a ser feliz."

(Exupéry)