CASA NOVA:

https://www.facebook.com/pages/É-Sagrado-viver

12 de julho de 2011


“(…) eu começo, a sentir a embriaguez a que essa vida agitada e tumultuosa me condena. Com tal quantidade de objetos desfilando diante de meus olhos, eu vou ficando aturdido. De todas as coisas que me atraem, nenhuma toca meu coração, embora todas juntas perturbem meus sentimentos, de modo a fazer que eu esqueça o que sou e qual meu lugar.”

(Jean-Jacques Rousseau. Livro “A nova Heloísa”.)

E, no meio de tantas mudanças, muitas rupturas. Algumas coisas foram encaminhadas pro novo destino, outras se perderam irremediavelmente. O que sobrou posso contar nos dedos, antes eu mal conseguia fechar as gavetas, tão abarrotadas de coisas, pessoas, lembranças. Mas o que houve afinal, além de um processo íntimo, pessoal, intransferível?
Uma mudança externa também, porque há sempre um desconforto em quem se acostuma com o nosso comportamento mais antigo. E além de lidar com o luto da morte do que éramos, ainda o estranhamento dos que não aceitam o que nos tornamos. Porque mudam os gostos, a disposição e os planos. E alguns reagem como se você os tivesse abandonado no meio de uma viagem a dois por outro continente, quando só você sabia falar a língua local mesmo que os impedisse de aprender o idioma. (...)

(Marla de Queiroz)

48 comentários:

  1. lindo
    num dia triste como o meu ler isso lindo mesmo
    :/

    ResponderExcluir
  2. "E além de lidar com o luto da morte do que éramos"

    Que boa reflexão me propõe
    com Rousseau
    Mas sendo como eu sou
    mais não comento
    Não acredito que alguém morra por dentro...

    ResponderExcluir
  3. oi Sam,

    que beleza de escolha,
    me colocou em reflexão,
    e isso é sempre muito bom,
    para aprendermos mais,
    e dar valores verdadeiros
    aquilo que tem que ter valor...

    beijinhos

    ResponderExcluir
  4. Ola querida amiga
    Estou na final da ostra poesia, me desculpe por mais uma vez vir lhe pedir votinho para a minha poesia, Precisamos. Mas sem a sua ajuda eu não irei conseguir. Prometo que passando esta fase eu virei comentar apenas sobre o conteúdo de seu cantinho.
    Como votar você entra no link …http://ostra-da-poesia-as-perolas.blogspot.com/
    No final paginas das poesias esta escrito
    VOTE CLICANDO NA PALAVRA COMENTÁRIOS Lindalva 1 comentários
    Por favor coloque coloque o nome da autora e da poesia, ( Precisamos ... Maria Alice Cerqueira e o nome do seu blog. para que Lindalva possa confirmar seu voto.
    Desde já lhe agradeço de coração.
    Tudo do melhor para você.
    Abraço amigo
    Maria Alice

    ResponderExcluir
  5. Sam, minha linda, a vida nos traz coisas por vezes que deixam o coração perturbado.

    "O que sobrou posso contar nos dedos." O que é verdadeiro fica, não vai e podemos mudar N vezes na vida como realmente mudamos, mas os nossos valores, princípios continuam ali grudados em nossa alma!

    Adorei o post lindeza de menina! Espero que seu PC volte logo senão vou dar uma voadora no seu técnico! rsrs

    bjokitas com master carinho ;)

    ResponderExcluir
  6. Sam, que lindo texto!
    Sem palavras, é maravilhoso!
    Mudanças da vida, que apesar de doloridas, às vezes, são necessárias. :)

    E estou junto com a Meire, torcendo para que seu PC volte logo, se não esse técnico se vê com a gente! haha

    Uma bela semana, querida!
    Um beijo enorme!

    ResponderExcluir
  7. '"estranhamento dos que não aceitam o que nos tornamos" ..Já passei por isso!! Boa terça Sam =) belo texto

    ResponderExcluir
  8. ""Francamente
    Há muito já não somos como já fomos:
    Todos iguais
    Iguais aos poucos que ainda andam
    Iguais a tantos que andam loucos
    Iguais a loucos que ainda andam
    Iguais a santos que andam loucos de satisfação""

    De: Humberto Gessinger


    Sam, querida, como está?

    Menina que pensamento profundo esse da Marla, arrepiei aqui, e me fez lembrar desse treco acima.

    Jamais seremos o que um dia já fomos, as coisas não se repetem, poem ser situações parecidas, mas sempre veremos de outras pequenas maneiras,


    Que o dia seja lindo!



    Bjos

    ResponderExcluir
  9. Sam, querida, tenho sim! :D
    O link segue abaixo!
    http://www.facebook.com/profile.php?id=100001955668925

    Beijo grande!

    ResponderExcluir
  10. sam melhores palavras que recebi hoje foram as suas
    ilustre descoinhecida
    gostei
    preciso não querer me vingar e seguir..bjus

    ResponderExcluir
  11. Sam.,
    Já o título do blogue me arrastou pra aqui. Pratododia, se possível fosse, estaria-me aqui sempre. Mas sempre é possível, virei-me sempre que puder...
    E dar de cara com meu mestre Caeiro à entrada, cuidarei sempre pra voltar à sua casa, peixe fisgado pelas palavras semeadas aqui...

    Abraço mineiro,
    Pedro Ramúcio.

    ResponderExcluir
  12. Sam,

    A vida acaba sempre por nos surpreender...


    Beijos!
    AL

    ResponderExcluir
  13. é preciso se despedir do eu antigo para abraçar o novo eu...é se reciclar, é encontrar leveza.

    beeeijo Sam

    ResponderExcluir
  14. Não sei se morremos por dentro, mas com certeza algumas atitudes nos recriam, mudam a nossa visão do que nos rodeia, nossa maneira de sentir e perceber a realidade e as pessoas. E isso de certa maneira é a morte não para nós, mas para aqueles que são percebidos de outra forma, visão que tira alguém do pedestal, do degrau mais alto, da condição de perfeito... Mudamos nossos valores, e passamos a colocar em segundo planos coisas e desejos que antes eram obsessões.
    Tudo isso que matamos dentro de nós, faz nossa realidade mudar, mudam também nossa relação com as pessoas, e isso choca. Choca muito...
    Beijokas Sam.Zinha, hoje estou muito gripada e parece que meus miolos estão derretendo pelas minhas fuças... Deve ser por isso que não ando pensando direito rsrsrsrs

    ResponderExcluir
  15. Muito interessante esta coisa da mudança de mim,que pertuba o outro, que me faz diferente. A nossa eterna e precisa transformação continua para perto de nossos sonhos e realizações.Ao longo da vida vamos despojando de muitas tralhas que já não nos servem e isto é sabedoria minha querida SAM.
    Belo texto para uma profunda reflexão e estimulo de ação.
    Meu carinhoso abraço de toda paz.
    Bju de luz.

    ResponderExcluir
  16. Olá

    Mudanças, rupturas são caminhos para a felicidade...há que sorrir e seguir em frente.

    Bjs.

    ResponderExcluir
  17. Li o comment da Marly-zinha, imagine o dia que ela estiver boa, como será o comment hihihihihi outra lindeza essa guria ;)

    Muito difícil aceitarem nossas mudanças, talvez porque seja difícil pra nós mesmos. Mas quando sao mudanças necessárias, basta esperar a acao do tempo pra fazer com que as coisas se ajustem. Haverá perdas irremediáveis mesmo, mas serao as perdas que deveriam ter ido faz tempo, mas que foram ficando por insistência nossa, e que talvez o que causou a dor da mudança, mas o impulso pro novo viver.
    Em resumo, esse pensamento da Marla me pegou num dia assim que ela me traduziu por completo.

    Tua visitinha cedo é que me enriquece a vida Sam-zinha, e teu carinho por mim. Ahh quem dera ser um pedacinho de Lygia Fagundes Telles... só tu mesmo.

    Espero o teu dia tenha transcorrido muito beeeeem lindonona!!!!!

    ResponderExcluir
  18. O lance do feed acho me expressei mal, mas já tô recebendo por email lindamente ;)

    ResponderExcluir
  19. Postagem incrível, Sam!
    Me tocaram essas palavras... estou num dia reflexivo, triste.
    Vejo que preciso mudar os gostos, a disposição e os planos.

    Bom ler isto.

    beeijo meu, querida!

    ResponderExcluir
  20. Sam, queridíssima,
    Você arrasou com estas citações.
    Os valores mudam. Paulatinamente, com o nosso crescimento interior, os reflexos vão alcançando nosso exterior. E essas mudanças passam a incomodar aqueles que nos rodeiam. Mais tudo vai se adequando e, de repente, começamos a servir de espelho.
    Perfeita a sequência dos textos. Você é D+!
    Beijokitas, minha linda inteligente.

    ResponderExcluir
  21. Lindas mensagens...!!
    Tenha uma bela semana ,beijo!!!

    ResponderExcluir
  22. Muito show o texto..adorei!!..A foto e linda..adoro textos com fotos...!! seu blog tbm e 10.vlwlwlw

    ResponderExcluir
  23. Intrínseco, Sandrinha!
    Não é preciso que haja beleza para que que seja atribuído tal característica. Esse é um aspecto que depende apenas de como enxergamos.

    Lindo, lindo!

    Beijos.

    ResponderExcluir
  24. olá Sam...

    eu diria que a vida é uma constante metamorfose, onde deixamos casulos espalhados por todos os cantos em que andamos.No final resta-nos a coragem para testar nossas murchas asas naquele primeiro vôo....


    Beijossss

    ResponderExcluir
  25. Tenho sempre receio das mudanças... e ao mesmo tempo desejo-as!

    ResponderExcluir
  26. Lindo, leve, suave e tão necessário ....

    Doce Beijo Linda.

    ResponderExcluir
  27. Adoro a forma como vc compila dois autores com duas obras diferentes, mas com trechos do mesmo assunto. Fantástico Sam!
    Quase sempre, ao ler seu post, lembro-me de um terceiro autor...Rsrsrrs... Não é que hoje lembrei-me de um trecho de uma poesia de autoria... minha! Rsrsrs...

    "Mudanças são necessárias,
    lépidos, temos de aceitá-las!
    Pois mesmo sem nossa permissão,
    a vida transforma a cada segundo nossa história.(...)

    Bjs em seu coração, querida.

    Tânia

    ResponderExcluir
  28. Sam-zinha, que linda você, foi lá no outro blog ler a outra carta, obrigada por toda atencao que você me dá.
    Aquela carta da calcinha (hehe) é imaginária e própria de encontros pervertidos, coisas inusitadas, entende?
    O que quis dizer é que às vezes, as coisas inusitadas podem render boas emocoes, e conforme a carta, até em casamento!

    Beijo no core lindonona!!
    * Hoje minha irma taí em Cornélio, o sograo dela faleceu ;( Sabe aquelas pessoas bem simples e queridas? Entao, Sam-zinha, hoje meu pensamento esteve aí bem pertinho da tua casa.

    ResponderExcluir
  29. Uma linda mensagem, num pequeno mas grande texto!
    Bjs

    ResponderExcluir
  30. Ilude-se quem julga que a vida é permanência.Não há nada mais concreto que a mudança.Mesmo imperceptível, ela ocorre senão em nós,à nossa volta, irremediavelmente.
    Causa estranheza, mágoas, afastamentos,sim, mas tbém descobertas, horizontes, possibilidades.Riscos?Sempre haverão!
    E trazendo Belchior, cito que:
    Vc não sente, não vê,
    mas eu não posso deixar de dizer, meu amigo,
    Que uma nova mudança em breve vai acontecer...
    No presente, a mente, o corpo é diferente
    e o passado é uma roupa que não nos serve mais!
    ------------------------------------------
    Ainda cantaremos juntas, linda Sam.
    Bjos mil, menina,
    Calu

    ResponderExcluir
  31. Mesmo quem não declara, estranha. E alguns que até apoiaram a mudança acabam se assustando quando ela acontece.

    Coisas do ser humano.

    Um beijo.

    ResponderExcluir
  32. O empoderamento de nós mesmos é algo que incomoda exteriormente. Mas é necessário e salutar para todos, no fim das contas. Aos poucos vão aprendendo a falar a nossa (ou a nova) língua.
    Maravilha, Sam! Abração.

    ResponderExcluir
  33. Sam minha amadinha!
    Amo os textos da Marla, ela é mto fera!
    Esses dias alguém me disse que tem estranhado meu novo jeito de ser. Que esse ano eu não pareço a mesma Dé. e respondi que não pareço porque não sou. Porque muita coisa em mim tem mudado, e estou me descobrindo diferente. Embora a essência continue a mesma, as opções, reações e ações tem sido diferente. E me sinto feliz assim. Acho que tudo nessa vida tem direito de ser reavaliado, até nós mesmas quando isso se faz necessário.

    E o Rousseau fala por mim quando diz que nem tudo toca mais o meu sentimento. Ainda ontem falava disso com uma amiga, como pode que algumas coisas que na semana passada me tocavam tão profundamente, hoje já não me abalem, embora cheguem no coração. Confuso né? A vida é assim mesmo. Confusa! E linda!

    Ameeeeei demais saber que tu vai fazer um face, tu faz uma falta enorme lá. Meu orkut quase nem mexo mais, entro só pra ver se tem recado novo mesmo. Te esperamos por lá então! (E faz favor de dar uns tapas nesse teu técnico de informática aí e pegar teu PC de volta? ahsuahs)

    Beijo minha queridona!

    ResponderExcluir
  34. Se conta nos dedos o que sobrou, mas sempre se espera, e eu espero, que isto chegue a valer a pena, se ficou deve valer.
    Você caminha, suas pegadas vão ficando e é como se um pedaço do que não tem força ficasse também.

    O que você posta tem sempre muita força em mim.
    Adorei a imagem! :)

    Tenha um dia iluminado Sam, kiss sweet.

    http://amar-go.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  35. Oi Sam

    incríveis estes trechos, me fizeram pensar.

    Esquecer o que somos e qual é o nosso lugar é tão comum quando nos deixamos esvaziar e nos enchemos de movimentos externos.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  36. Oiii

    Adorei seu blog

    tô seguindo

    segue de volta???

    http://meuryss.blogspot.com/

    Bjo

    ResponderExcluir
  37. Vivemos em meio a sucessivas transformações.
    Cadinho RoCo

    ResponderExcluir
  38. Ei Sam,
    Passando para lhe dar um olá.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  39. Como sempre, arrazando nos posts.
    Eu tenho esse livro. Parabens, bjs
    http://loucopolemico.blogspot.com

    ResponderExcluir
  40. O blog “É O MENINO HOMEM?” vai comemorar o 3º aniversário e convidado especial é VOCÊ! Convido-te a participar do Blogagem Coletiva: “MINHAS PRIMEIRAS LEITURAS”, que acontecerá neste domingo (17 de Julho), com a intenção de promover um interessante diálogo sobre as iniciais experiências no universo encantado das palavras... Não deixe de conferir e rememorar momentos tão inesquecíveis! Confirme sua presença no meu blog e veja o regulamento para a postagem.

    Um beijo,
    do MENINO-HOMEM

    Fique com Deus!

    ResponderExcluir
  41. Oi Sam!
    Td bem?
    Eu adoro seu Blog, tem muita coisa bonita, por isso deixei um selinho pra vc lá no meu. Passa lá depois!

    Grande beijo!
    http://liviasemcortes.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  42. Sam-zinha, bom diaa! Leu a resposta do e-mail? Respondi em seguida ontem...
    Deixei a resposta no teu comentário sobre como bloquear cópias. Quando passar por lá novamente, dê uma olhada.
    Beijinhos linda woman, mó chuva aqui agora...

    Pois é, minha irma ainda está em Cornélio, e o sogro foi enterrado ontem, mas a esperta nao levou celular, e eu nao gosto de ficar telefonando em outros, ainda mais nesse caso.

    Um ótimo fim de semana Sam!

    ResponderExcluir
  43. Oie, passando para deixar um beijo e desejar um lindo e abençoado final de semana.

    bjuss
    Fica com Deus!!

    ResponderExcluir
  44. Gosto de passear por aqui e ver como vão as coisas. E então eu me surpreendo com uma prosa/poema linda dessa. É sempre bom visitá-la. Então tenha um final de semana maravilhoso. Fique com Deus.

    ResponderExcluir
  45. Tanta mudança, tanta tecnologia, tanta correria...adormece os nossos sentidos, nos sufoca...

    Sam, querida...notei sua ausência no orkut, tá tudo bem??

    Beijooo

    ResponderExcluir
  46. Un placer haber vuelto por tu casa. Los posts que nos dejas, siempre geniales.

    Saludos y un abrazo.

    ResponderExcluir
  47. Sam, querida!

    Passando pra te desejar um ótimo fim de semana!

    beeijo*

    ResponderExcluir
  48. Oi Sam!
    Excelentes reflexões. Às vezes acho que se esquecer de quem e principalmente de qual lugar se ocupa não é de todo mal.
    Um grande bj querida amiga

    ResponderExcluir

"Se tu vens, por exemplo, às quatro da tarde, desde as três eu começarei a ser feliz."

(Exupéry)