CASA NOVA:

https://www.facebook.com/pages/É-Sagrado-viver

31 de julho de 2011

O amor me fere é debaixo do braço,
de um vão entre as costelas.
Atinge o meu coração é por esta via inclinada.
Eu ponho o amor no pilão com cinza
e grão de roxo e soco. Macero ele,
faço dele cataplasma
e ponho sobre a ferida.

(Adélia Prado)

Abro uma antiga mala de velharias e lá encontro minha máscara de esgrima. Emocionante o momento em que púnhamos a máscara – tela tão fina – e nos enfrentávamos mascarados, sem feições. A túnica branca com o coração em relevo no lado esquerdo do peito,
‘olha esse alvo sem defesa, menina, defenda esse alvo!’ – advertia o professor 
e eu me confundia e o florete do adversário tocava reto no meu coração exposto.

(Lygia Fagundes Telles)

46 comentários:

  1. Metáforas para expressar um só sentimento: o amor. Escolhas perfeitas, Sam!

    ResponderExcluir
  2. Sempre sempre o amor!
    É um tema eterno e constante!
    ... a mola real da vida!
    Lindos os textos escolhidos.

    ResponderExcluir
  3. Linas escolhas pra postar aqui. beijos,tudo de bom e uma linda nova semana,chica

    ResponderExcluir
  4. Nunca tinha lido nada de Adélia Prado e fiquei encantada com sua simplicidade para falar do amor, um sentimento complexo, mas completo em si, pois é a causa e também a cura...

    Gostei muito.

    Beijo

    ResponderExcluir
  5. olá,

    Venho pedir desculpa por não ter agradecida a sua visita e o seu comentário no dia 25 de Abril de 2011 para comemorar este dia.
    Eis o que aconteceu : o seu comentário foi para a secção de SPAM do meu blogger, secção que eu desconhecia e que só agora descobri.
    Corrigi o erro e publiquei agora este seu comentário.
    Mais uma vez, peço desculpa.
    Volte sempre !
    Verdinha

    ResponderExcluir
  6. nem sei qual das duas é melhor bjus

    me visite fuie

    ResponderExcluir
  7. Sam querida, rachei de rir do seu comentário, eu tbm tenho vontade de dançar e gritar aquela música kkk

    Amor, amor, amor é sempre esse danadinho que nos põe em fria, nos cura, nos salva, nos abraça!

    Boa semana pra tu lindezita,
    bjokitas com master carinho ;)

    ResponderExcluir
  8. Cupido, andava - como sempre - divertido. Nesse dia me perguntou vendo-me pensantivo, porque andava eu com aquele ar que lhe pareceu deprimido. "È pela dor que causam tuas setas, quando acertas" disse-lhe eu. Respondeu-me de pronto, com aquele ar de banda desenhada com outra seta apontada a uma recém-casada que por alí passava: "Caro senhor, Cuidas que é possível amar sem dor?". Dito isso, desapareceu. Foi o que em tempos me aconteceu...

    ResponderExcluir
  9. Sam,

    Eventualmente, tuas postagens me levam a outros escritores... Talvez, esses escritos nem entrem no contexto do que escreve aqui, mas eu preciso citá-los, como se compartilha-se o que Vc 'provoca' com suas postagens.
    Hoje, lembrei de Neruda: "Algum dia, em qualquer parte, em qualquer lugar, indefectivelmente, encontrar-te-ás a ti mesmo e essa, só essa, pode ser a mais feliz ou a mais amarga das tuas horas."

    Acho que esse encontro conosco, pode parecer assustador, mas é de onde tiramos força pra fazer as perguntas necessárias,

    Sam amada, Vc é leve, é doce, é simples e me encanta sempre pelas postagens,

    Menina, que a semana seja de paz, luz e fé,


    Um beijo em seu coração,

    ResponderExcluir
  10. Olá

    ...e o mundo gira em torno do amor.

    Bjs.

    ResponderExcluir
  11. Olá,
    Comecei um blog há pouco
    Espero você lá
    Sigo-te
    p.s.: amei teu espaço

    ResponderExcluir
  12. É numa dessas distrações em que o coração está desprotegido que o cupido dá uma flechada bem no meio...
    vim aqui dar uma olhada em tudo e matar um pouquinho a saudade.
    Beijokas doces

    ResponderExcluir
  13. Sanzinha amada,

    E eu tento cuidar, proteger o meu coração.
    Já foi tão exposto, machucado, dilecerado, que foi dificil juntar tudo que é artéria e fazer ele bater de novo!

    Ahhh, que coisa mais linda a sabedoria da Lygia meu Deus...

    Sannnnnnn, adoroooooooooo-te!!!

    Demais da conta!

    Beijoooo minha flor e uma semana lindaaaaaaa!

    ResponderExcluir
  14. Ferida e bálsamo, que lindo!

    Um beijo, flor.

    ResponderExcluir
  15. Adoro os escritos da adélia ,tem tem textos que me deslumbram ..bela escolha.bj..bom domingo.

    ResponderExcluir
  16. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  17. Lindos textossss, ótimo para iniciar mais um mês....

    Beijos e tenha uma ótima semana!!!!

    ResponderExcluir
  18. Devemos defender nosso alvo!
    Adoro suas postagens em sintonia.
    Tenha uma ótima semana Sam (F)
    bastante iluminada.

    kiss sweet :D

    http://amar-go.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  19. Que sua semana seja de muita paz,
    que você seja abençoada (o)a cada minuto.
    nunca esqueça que você mora no meu coração.
    Que nossa amizade seja para sempre.
    Bjs no seu coração,Evanir.

    ResponderExcluir
  20. Olá Sandra, como estar? melhorou?, espero que sim!

    Desculpe demorei responder seu comentario porque estou sem net, estou passando para outro ap. aqui em Brasilia...rsrsr depois volto com força total...rsrsrsr

    Beijosss...querida!!

    Delano Alexandria

    ResponderExcluir
  21. Sam-zoca,

    aquele comentário no CaFoFo foi tao querido, vim agradecer. Todos os que faz merecem agradecimento, mas aquele, justamente por falar em vida blogueira, tem significado especial né, afinal, é nosso mundo!

    Hoje soube que o marido de uma colega blogueira faleceu, foi incrível como parece que a gente acaba sentindo como se fosse um parente. Ela tá sumida da blogosfera e eu perguntei pra outra se tinha notícias dela, e então soube. Lembrei quando minha mae faleceu, eu dividi tudo no blog e recebi a maior forca. Eu acho isso super aconselhável. Claro que cada um reage de um jeito, mas eu aqui sozinha, nesse fim de mundo... foi o melhor jeito. Meu blog era uma "expiação" sangrinolenta, mas incrível como me aguentaram firme hehe

    Tudo isso é coisa de blog... legal né.

    Uma pergunta: você é evangélica? Nao sei porque pressinto que seja. Minha família toda é, eu fui a vida toda, hoje nao.

    ResponderExcluir
  22. * é sanguinolenta e nao sangrinolenta, saiu errado.

    ResponderExcluir
  23. Sam querida,
    O amor não permite distrações. Numa dessas, estaremos definitivamente flechados por ele.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  24. Todos os sentimentos podem conduzir ao amor e à paixão. Todos: o ódio, a compaixão, a indiferença, a veneração, a amizade, o medo e até mesmo o desprezo. Sim, todos os sentimentos... excepto um: a gratidão. A gratidão é uma dívida: todo o homem paga as suas dívidas... mas o amor não é dinheiro.

    Boa semana querida!

    beijos

    ResponderExcluir
  25. Sam
    lindos seus posts, como sempre.
    Namastê!

    ResponderExcluir
  26. Menina... adorei a imagem adotada pela autora, para descrever esta nossa exposição afetiva.., mas acredito que esta seja uma das lições, que sempre serão difíceis de serem "aprendidas", pois quando estamos na luta dos amores, sempre nos esquecemos até de colocar os uniformes, estes que nos protegem e até mapeiam onde está este nosso coração exposto...

    (Adorei ter re-encontrado aqui a querida Parole, que insiste em não se mostrar tanto.. quando a encontro, me lembro daquele filme... "nunca te vi, sempre te amei!!)

    Um beijo grande, e espero que esteja tudo bem com os rins... veja que não guarde muito as coisas, pois elas é que acabam maltratando os teus rins!!!

    Um beijo grande menina, e voltarei.

    ResponderExcluir
  27. Sam.Zinha voltei aqui para deixar o link do meu novo cantinho.
    http://www.palavrasaobelprazer.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  28. Amar por vezes dói, mas só o amor é a cura.
    Lindo demais este post, Sam!

    beeijo*

    Que a semana seja de paz pra você!

    ResponderExcluir
  29. Oi Sam
    dois sentimentos muito comentados o amor e o ódio, duas forças .
    O amor regenera, cura ,limpa e apaga mágoas e o ódio só destrói.
    Gosto da AdéliaPrado,só as pessoas de valor arrastam tantas ao seu redor como ela.
    um grande abraço Sam obrigada pela beleza editada aqui,sempre.

    ResponderExcluir
  30. Minha querida

    Dois poemas e um sentimento...sempre o amor e a loucura do coração.

    Beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  31. Que este mês de agosto seja lindo pra você, querida! :]

    http://amar-go.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  32. Essa Adélia Prado é demais!!!! Bela escolha, Sam. Abração.

    ResponderExcluir
  33. Belo post,,esse amor que tanto nos acolhe e tanto nos faz sofrer,,,seu blog é lindo...beijos de boa semana...

    www.olivrodosdiasdois.blogspot.com

    ResponderExcluir
  34. Realmente não existe melhor unguento para nossas feridas do que o amor... adoro a Adélia... Beijos!

    ResponderExcluir
  35. Saudades dessa dona que esqueceu-se de mim! =(
    Hehehe.
    Tudo lindo por aqui, como sempre. O negócio é ler e deixar sentir, nem sempre há muito o que comentar.. =)

    Beijos doces, Sam!
    Fiques com DEUS!

    ResponderExcluir
  36. Linda a Adélia meu Deus...
    Ah esse amor...
    Anda me ferindo tanto que nem sei mais o que dizer dele.

    Sorriso no rosto, indo em frente..
    Beijo Sam, minha paranaense amada!

    Ah propósito, sim, tá muitoooooooo frio aqui!
    A previsão é de 0º pra amanhã. Isso quer dizer, muita roupa e nenhum ânimo pra academia! Hahah
    Beeeeijo

    ResponderExcluir
  37. Adélia Prado e Lygia Fagundes Telles - duas autoras que muito aprecio e que têm textos lindíssimos.
    Parbéns pelas escolhas.

    Boa semana. Beijinhos

    ResponderExcluir
  38. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  39. Garimpou com a sabedoria de quem tem sensibilidade. Excelentes textos. Ambos levam à reflexão sobre amor, que pode ser a dor ou a cura.

    Lindo seu blog. Agradeço suas gentis palavras no meu. Seja bem vinda , querida.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  40. me alimento deste pão: palavra.

    voltarei, sempre que a fome vier.

    evoé!


    r.

    ResponderExcluir
  41. Meu coração vive exposto a todos os floretes. Só não fenece porque possui imensa capacidade de cicatrização.

    Beijos, Sam

    ResponderExcluir
  42. Oiiee Saaaaam *-*
    Passando pra desejar uma boa noite.
    Beijosmil ;*

    Adoro vir aqui :D

    ResponderExcluir
  43. Sempre muito bom ler os seus textos!
    Um beijinho e belo fim de semana.

    ResponderExcluir

"Se tu vens, por exemplo, às quatro da tarde, desde as três eu começarei a ser feliz."

(Exupéry)