CASA NOVA:

https://www.facebook.com/pages/É-Sagrado-viver

2 de abril de 2011

Foram infelizes e felizes, misturadamente...



O amor, minha filha, é como essa estória, que eles dizem: que pé de coité, nascendo em quintal de fazenda, dá má-sorte... Mas que não se pode cortar, mas também não se pode deixar – de qualquer jeito, que seja, fazenda que tem pé de coité dá atraso, os donos da casa sofrem.


(João Guimarães Rosa)

4 comentários:

  1. Pode até dar 'má sorte', mas amando mais ainda, e nunca esquecendo do exercício diário de 'hoje'amar mais que 'ontem' há de se levar essa má sorte embora,

    Se há!


    Sandra Amada,
    Desanima não... Esse desapontamento há de te deixar mais forte... Infelizmente, nessa "aldeia global" muita coisa (não apenas boas) acontecem...
    Mas teu coração é do bem, e isso vai se embora... Há de ir.

    Que esse final de semana seja iluminado.
    Que bons ventos toquem Vc,


    BjãooOOOOoooooo carregado da ternura enorme que tenho por VC

    ResponderExcluir
  2. E o amor é exatamente assim mesmo.

    San, se tem duas pessoas que amoooo ler, é Guimarães e meu xodó, Manoel de Barros.
    Eles me encantammmmmmm!

    Assim como seu blog!

    Tava com saudadeeeeeeeeeee, fiquei uns dias sem net, tanta chuva aqui.

    Beijooo

    ResponderExcluir
  3. Sam,

    Teu comentário me colocou um brilho nos olhos,e um sorriso no rosto.

    Linda que vc é!!
    Não imagina como fico feliz por você estra gostando.

    E eu??
    Também amando tudo aqui :)

    Beijo doce,nesse core tão terno.

    ResponderExcluir
  4. Hehe nao entendo nada de coité!

    Boa semana lindona - a nova fotinho do perfil está assim!

    ResponderExcluir

"Se tu vens, por exemplo, às quatro da tarde, desde as três eu começarei a ser feliz."

(Exupéry)