CASA NOVA:

https://www.facebook.com/pages/É-Sagrado-viver

8 de agosto de 2011


“Polisipo, em grego, significa “pausa na dor”. Têm sido, estes dias, polisipos...”
(Caio F.)

Tudo em mim tem sido esta vontade de afagar. Há tempos não me ocupo com outra coisa: em tudo que toco ou manuseio há o propósito de cura através do calor das minhas mãos.
Tudo em mim tem sido a necessidade de vivenciar profundamente.
Se as palavras têm estado ausentes, aceito este recolhimento delas. E espero que voltem com um coração pulsando muito vivo dentro de cada uma. Por isso a vontade de experienciar cada sensação plenamente antes de tentar decifrar organizando em textos o que tenho sentido.
Dentro dessa minha desaceleração, tenho descoberto muita coisa como, por exemplo, quão necessário é saber receber amor. Deixar que tudo seja troca antes de ser um troféu. Deixar que o caos se mantenha intacto antes que haja ajustes. Ando muito comprometida com as essências. E com um respeito súbito, a partir daí, pelas aparências. Não vejo menores importâncias, vejo acontecimentos. E tenho olhado pras coisas sem aquela grande gravidade.
Tudo em mim tem sido esta disposição para o amor.
E, se vocês pudessem me ver agora, veriam, existe carícia até no meu olhar.

(Marla de Queiroz)

25 comentários:

  1. Carícias com o olhar, lindo
    Um grande bj querida amiga

    ResponderExcluir
  2. Lindo, lindo, lindo!!!
    Adoreiiiiiiiii.

    Te mando um beijo na alma.

    ResponderExcluir
  3. Sam,
    Quando dispomos a sentir e ver a essência das coisas, nos organizamos no caos, pois nossa alma está sossegada. Essas palavras desse texto é uma carícia para quem lê. E isso é uma troca... Ela acaricia as palavras que escreve e nos nos sentimos acariciadas por elas.
    Beijokas doces Sam.Zinha que sua semana seja de muita calma, reflexão e carícias na alma.

    ResponderExcluir
  4. Lindo, Sam!
    Ótimas escolhas!
    Que maravilha isso, me sinto como a Marla!
    Com o amor brotando e jorrando de uma forma sem controle, sem explicação.

    Uma semana de muita luz e paz, minha amiga!
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Esse texto da Marla é perfeito..super beijo..boa noite.

    ResponderExcluir
  6. Respeitar o tempo das cousas, respeitar seu tempo nelas, aguardar a serenidade contida no fato e dela extrair o sentimento calado para, com cuidado, retê-lo e se possível traduzi-lo em palavras prenhes de seu significado.
    Tic-tac-tic-tac...
    Bjos
    Calu

    ResponderExcluir
  7. Existirão textos polisipos?
    Se sim, este é um...

    ResponderExcluir
  8. Fases boas, em que estamos mais em nós, com consciência ampla dos próprios potenciais.

    Gosto quando as vivo.

    Beijos, Sam querida!

    ResponderExcluir
  9. Ai que delícia de texto!!!!!

    É tão bom sentir disposição para a trocas de amor. E quem sente tudo isso ganha de brinde a leveza na alma :)

    bjokitas com master carinho Sam lindona!!!

    ResponderExcluir
  10. Sam, tenho uma incontrolável mania de associação. Não resisti, ao ler este maravilhoso texto e ser remetido a esta canção. Abraços, paz e bem.

    "Tenho andado distraído,
    Impaciente e indeciso
    E ainda estou confuso,
    Só que agora é diferente:
    Sou tão tranqüilo e tão contente.

    Quantas chances desperdicei,
    Quando o que eu mais queria
    Era provar pra todo o mundo
    Que eu não precisava
    Provar nada pra ninguém.

    Me fiz em mil pedaços
    Pra você juntar
    E queria sempre achar
    Explicação pro que eu sentia.
    Como um anjo caído
    Fiz questão de esquecer
    Que mentir pra si mesmo
    É sempre a pior mentira,
    Mas não sou mais
    Tão criança a ponto de saber tudo.

    Já não me preocupo se eu não sei por que.
    Às vezes, o que eu vejo, quase ninguém vê
    E eu sei que você sabe, quase sem querer
    Que eu vejo o mesmo que você.

    Tão correto e tão bonito;
    O infinito é realmente
    Um dos deuses mais lindos!
    Sei que, às vezes, uso
    Palavras repetidas,
    Mas quais são as palavras
    Que nunca são ditas?

    Me disseram que você
    Estava chorando
    E foi então que eu percebi
    Como lhe quero tanto.

    Já não me preocupo se eu não sei por que.
    Às vezes, o que eu vejo, quase ninguém vê
    E eu sei que você sabe, quase sem querer
    Que eu quero o mesmo que você."
    (Legião Urbana - Quase sem Querer)

    ResponderExcluir
  11. Ás vezes é preciso uma pausa e respirar profundamente =) *

    ResponderExcluir
  12. Sam, amada,

    Esse texto é tudo Você: terno e doce.

    Nunca olhei nos teus olhos, mas sei que em cada gesto, palavra, e olhar seu, há muitas dessas caricias,

    E essas lindezas a gente descobre quando se encanta com a gente mesmo, se descobre, se percebe,


    Amei!


    Saudades daqui,



    Bjos mil Sam, em seu s2

    ResponderExcluir
  13. Em cadad toque, em cada olhar, no mais tímido sorriso, está a manifestação suprema do amor. É isso que somos, catadores de amor. Linda postagem.

    ResponderExcluir
  14. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  15. Belo momento de olhar...Espectacular....
    Cumprimentos

    ResponderExcluir
  16. Sam sempre escolhendo ótimos textos!!
    Q vc tenha um ótimo dia hj =)

    ResponderExcluir
  17. Que Lindo! Adorei esse texto.
    Lindona, vim agradecer a visita e divulgar meu novo blog. Continuarei com o Infinito mas tbm estou agora com uma parceria no MULHERES MODERNAS E NENHUM SEGREDO. http://elasmodernas.blogspot.com/

    Conto com vc seguindo a gente por lá tbm, beijocas

    ResponderExcluir
  18. ..."Deixar que tudo seja troca antes de ser um troféu."
    Que frase que tanto diz...!
    Uma maravilha!

    ResponderExcluir
  19. Que doce este poema.

    Não é dificil sentir a doçura deste momento.

    Fica na paz de Jesus querida.

    ResponderExcluir
  20. OI SAM,

    "DESACELERAR"...
    GOSTEI!!!

    ABRAÇÃO, MENINA!

    ResponderExcluir
  21. Sam,
    Que texto mais lindo e doce!
    Quando entramos nesse estado de graça compreendemos a grandeza da vida, a importância
    dos pequenos afagos e nos abrimos para a compreensão e o amor.
    Amei!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  22. Esse texto da MARLindaaaa, tem sido meu momento há meses.

    Ando tão zen, tão em paz Sanzinha!

    Tudo em mim é vontade de afagar!

    Um beijo boniteza de menina, dentro e fora!

    ResponderExcluir
  23. Ai que delíííícia de texto da Marla.
    Dá uma paz né, uma vontade de transmitir amor, afagos.
    E a gente não pode te ver, mas pode te sentir. tu é só carícias, só delicadezas, só belezas.

    Por isso te gosto tanto.
    Beijo grande amadinha minha!

    ResponderExcluir
  24. "E, se vocês pudessem me ver agora, veriam, existe carícia até no meu olhar."

    Que tradução esse texto, uma delicia de ler.
    ;D

    Bom fds.

    ResponderExcluir

"Se tu vens, por exemplo, às quatro da tarde, desde as três eu começarei a ser feliz."

(Exupéry)